Espaço Ágappe
Casamento

Amor com açúcar – Doces finos para casamento

Uma bela mesa de doces, sem dúvidas, é a parte mais gostosa de uma festa de casamento, certo? Unir criatividade com açúcar sempre deu certo em grandes comemorações. Em uma cerimônia tão importante como a do casório, a idéia não seria diferente.

Hoje os buffets e as confeitarias estão cada vez mais especializados em preparar doces finos e sofisticados, dando um toque especial para a decoração feita no espaço para eventos escolhido pelo casal.

A variedade e os tipos de doces são tantos que fica difícil escolher; são centenas de sabores, recheios e formatos. Em algumas mesas de casamento, por exemplo, os docinhos chegam a ofuscar o bolo – que sempre foi o centro das atenções.

O destaque para 2013 são os “verrines”, pequenas porções de doces apreciados diretamente do potinho. Esses copinhos foram eleitos pelos noivos como o doce mais pedido nas cerimônias. Os recheios são diversos: brigadeiro, beijinho, maracujá, limão…

Os “macarons” – um doce de origem francesa, feito à base de clara de ovo, farinha e amêndoas, recheados com chocolate, pistache, frutas, etc. – também estão no topo das listas das festas, disputando posição direta com os famosos e tradicionais bem casados. Esses docinhos, geralmente, são servidos como lembrançinhas aos convidados.

Aqueles preparados com marshmallow, trufas ou cheios de crocância, também chamam a atenção. Uma dica importante é que 30% de quitutes sejam feitos com chocolate branco e 70% com chocolate ao leito e meio amargo. A variedade de sabores também não precisa ser enorme: bastam dois ou três.

Mas uma das grandes dúvidas dos noivos é em relação à quantidade de docinhos que serão encomendados. Alguns especialistas do ramo afirmam que a contagem deve ser feita com, no mínimo, oito docinhos por pessoa. Mas é preciso levar em conta o horário da festa, o local, a temática e qual será o perfil dos convidados.